Translate


Ela me surpreendeu!

Olá a todos! Bom, deixe-me falar um pouco sobre mim. Meu nome é Clara, hoje tenho 32 anos, casada e fiel! Quando você chegar ao final deste conto isto pode parecer contraditório, mas é que existe algumas situações onde a culpa não é minha! Eu só acabo sendo seduzida pelas pessoas e caindo dos braços da tentação, não significa que eu fui lá e cometi o crime, entende? Sou uma vítima rs ...

A experiência que vou relatar foi um episódio inédito na minha vida. Na época eu tinha 22 anos e trabalhava no escritório de Advocacia da Dra. Beatriz, uma mulher linda e poderosa. Quando ela entrava no escritório rolava sempre um silêncio constrangedor, era impressionante o respeito que ela impunha.

Neste escritório foi onde conheci uma de minhas melhores amigas. A Julia, ela também fazia um sucesso danado entre os homens do escritório. Ela tinha um corpo de curva sutis, não era nada agressivo do tipo que a maioria dos brasileiros gosta, mas assim como a Dra. Beatriz ela tinha um charme, uma sensualidade que fazia-me sentir até um pouco menor.

Depois de uns cinco meses trabalhando naquele escritório, Julia e eu nos tornamos muito amigas, almoçávamos juntas todos os dias, até curtíamos balada escondidas dos respectivos namorado e noivo.

Então teve um dia que combinei de sair com meu noivo, e atual marido rs... para comemorarmos a sua promoção. Seria uma noite daquelas, que só de imaginar já me deixava excitada. O nosso sexo sempre foi algo muito gostoso, ele sabia exatamente como me enlouquecer.
No dia, acordei e tomei aquele banho gostoso, vesti uma minúscula calcinha, preta de renda socadinha no meu bumbum, meias 7/8 rendadas, sutiã meia taça preto e peguei vestido tubo ligeiramente curto e uma sandália de salto alto. Quando me olhei no espelho me senti exuberante e melhor do que isto me senti safada.

Já que meu noivo passaria para me pegar, deixei o carro em casa e fui de táxi para a empresa. Inclusive deixei o taxista maluco, o danado não para parava de olhar minhas pernas, e eu gostava rs ... me divertia rs... 

Comecei a trabalhar e naquele dia e pela primeira vez notei que consegui tirar a atenção dos marmanjos do setor. Elogios safados no Messenger não paravam de chegar, e eu me divertia provocando eles.

Por volta das 09:30hs minha chefe chegou, eu estava tirando umas cópias de um documento junto a máquina de Xerox. Quando ela passou por mim, fiquei toda sem jeito com seu olhar, e até com medo, pensando ter exagerado na roupa. Beatriz então parou e elogiou-me dizendo-me que eu estava muito bonita. Expliquei a ela o motivo e a vi sorrir, me parabenizou, desejou sorte ao meu noivo e em seguida entrou em sua sala.

Continuei trabalhando normalmente e sentindo muito a falta da minha amiga Julia, o pessoal disse que ela estava na empresa, enrolada analisando algum processo. Era quase 11hs quando Dra. Beatriz ligou no meu ramal e pediu que eu pegasse um processo na sala de arquivos. Ai como odiava ir naquela sala! Eu sempre custava encontrar as coisas, mas fazer o que, manda quem pode e obedece quem quer.

Enquanto eu estava lá procurando o processo, sozinha na sala, ouço a porta se abrir depois o barulho da chave girando ao fechar. Espiei e não consegui ver que quem era, apenas escutei os passos, achei estranho mas permaneci ali procurando os tais documentos.

Eis que ouço aquela voz já atrás de mim, dizendo “Como você está linda hoje...”. Um calafrio percorreu todo meu corpo, olhando para o lado vejo Beatriz colando seu corpo. Beatriz começou a dizer ao pé do meu ouvido que eu estava linda, irresistível e ao mesmo tempo ia levantando meu vestido. Eis que de repente me vi somente de lingerie diante dela. 

Nunca me imaginei com uma mulher, mas aquilo era algo tão diferente para mim, que nem parecia traição, sei lá era estranho, mas muito bom, senti minha calcinha molhar de uma forma incrível. Ficando de frente para Beatriz, nos beijamos e seguimos tirando nossas roupas até ficarmos totalmente nuas! Ela encostou-me na parede dizendo que queria me chupar, coloquei um pezinho numa das partes partições da estante de arquivos e assim recebi a língua de Beatriz me chupando com ousadia. 

Beatriz chupava meu grelinho como nunca havia visto antes, muito bom! E socava seus dedos na minha boceta eu me esforçava controlando os gemidos para não sermos denunciadas, mas era quase impossível, era muito tesão! 

Depois Beatriz levantou-se e empinou o corpinho abrindo as pernas e eu abaixada atrás dela me pus a chupar sua boceta. Nunca pensei que faria aquilo, e chupei ela com tanta vontade que a fiz gozar na minha boca!!

Beatriz me pediu para deitar no chão e deitando-se sobre meu corpo nos beijamos e no meu ouvido disse que eu não sairia dali sem ela me fazer gozar.  Ela foi voltou a me chupar, agora mais forte do que antes e de fato me vez contorcer e em poucos minutos eu estava gozando ali deitada no carpete da sala de arquivos.
Ficamos ainda uns minutos deitadas no chão, trocando beijos e carícias. Depois nos ajeitamos e pegamos uns documentos só para disfarçar e saímos da sala. Ela me confessou me mandou ir até ali só como desculpa para me pegar. Riamos muito daquela situação inusitada para mim, mas muito excitante.

A noite saí normalmente com meu noivo e foi demais, mas juro que pela manhã enquanto meu noivo dormia ao meu lado na cama do motel, eu pensava na Beatriz e até toquei uma siririca e gozei ao lado dele lembrando daqueles lábios me chupando rs...

*Conto escrito em Dezembro/2010 e reeditado em Outubro/2015
 
* Todos os nomes dos personagens, assim como de instituições utilizadas neste texto, são apenas nomes fantasias e não referenciam a nenhuma pessoa, local ou razão social.

** Participe deixando seu comentário no campo abaixo!

4 comentários:

  1. Nossa! Que delícia!
    Fiquei com vontade de ter uma chefe como essa rs.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Que bom que gostei, fique a vontade aqui, desfrute dos outros textos....

      Excluir

O que achou deste conto? Expresse a sua opinião comentando neste campo. O comentário pode ser feito até como Anônimo, basta selecionar a opção no campo abaixo (Comentar como:).

 

Quem sou eu...

Minha foto

Quero compartilhar através de minha escrita um devaneio de sensações, sentimentos e desejos. Sejam bem vindos e apreciem sem moderação.

Qual o seu Sexo?

Contato como o autor:

Nome

E-mail *

Mensagem *

O que achou do Visual deste Blog?