Translate


Dante (Parte 3) - Por Cris

Ao sentir aquela boca na minha,fui tomada por uma vontade quase incontrolável. Dante tinha lábios macios,e um beijo suave,porém com a quantidade de agressividade suficiente para me deixar com tesão.

Minhas mãos passeavam pelo seu cabelo,e eu sentia sua ereção. Hábil,ele tirou minha camiseta,me ergueu,e me jogou no sofa e se inclinou sobre mim,e voltou a me beijar,se encaixando entre minhas pernas.

Abocanhou meu seio,e levou a mão no meio das minhas pernas que se abriram sem pudor.

-Ah! você está molhadinha pra mim Cris.

Meu corpo estava todo excitado,não poderia ser diferente. Seu sorriso era o de alguém perverso,e deliciado,e me fez perder o fôlego.

Sua boca cobriu a minha,e ele deslizou um dedo dentro de mim,me fazendo suspirar. Então,ele tirou um dedo,e voltou com dois,me fazendo gemer. Ele tinha mãos habilidosas e experientes. Sussurrava obscenidades ao meu ouvido,me enlouquecendo.
Este conto é dedicado ao homem que me inspirou: Dante.

Cris.

2 comentários:

  1. Nossa que tesão Cris!! A cada dia sua escrita me excita mais. Muito obrigado!! Quero mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostoso é saber que o objetivo esta sendo atingido. rsrs

      Beijos.

      Excluir

O que achou deste conto? Expresse a sua opinião comentando neste campo. O comentário pode ser feito até como Anônimo, basta selecionar a opção no campo abaixo (Comentar como:).

 

Quem sou eu...

Minha foto

Quero compartilhar através de minha escrita um devaneio de sensações, sentimentos e desejos. Sejam bem vindos e apreciem sem moderação.

Qual o seu Sexo?

Contato como o autor:

Nome

E-mail *

Mensagem *

O que achou do Visual deste Blog?