Translate


Um Novo Caminho

- Você é uma safada!

- Henrique! Me solta! Está me machucando! Eu não fiz nada!

- Pensa que não vi você se abrindo toda pra quele pilantra!

- Ele é só meu amigo! Só isto!

- Vagabunda!

Amanda sentiu a mão forte de Henrique arder em seu rosto fazendo-a a cair deitada na cama e enquanto ouviu o som da porta bater e perceber que ele havia ido embora, Amanda caia aos prantos sem entender o que havia feito.

Casados há três anos e juntos há sete, Amanda e Henrique sempre foram muito apaixonados um pelo outro, Amanda particularmente sempre foi louca por ele, desde que se conheceram ela nunca olhou para outro homem como olhava para Henrique, mas agora principalmente depois que se casaram as crises de ciúmes de Henrique estavam se tornando doentias o que por vezes fazia-a passar por maus-tratos e até humilhações em público.

Uma semana depois...

- Opa! Posso te ajudar?

- Muito obrigado, nossa como sou atrapalhada – respondeu Amanda sorrindo ao olhar aquele rapaz pegar uma das sacolas que havia caído – Mas não quero te atrapalhar, eu subiria de elevador, mas pra variar ele está quebrado de novo.

- Ainda bem que moramos no terceiro andar – ele respondeu andando ao seu lado.

- Moramos? Mas vo... você, não me lembro...

Após um tímido sorriso, que Amanda pareceu carregar uma dose de ironia ele disse - Pois é, sou seu vizinho há três anos, desde que se mudou para cá com seu esposo.

- Você está falando sério?

- Sim, muito sério.

- Nossa que vergonha, como eu sou distraída. Olha muito prazer meu nome é...

- Amanda...

- Sim, nossa você sabe meu nome! Agora que estou mais envergonhada ainda.

- Pronto chegamos, tome, espero ter ajudado – ele disse interrompendo a conversa assim que chegaram ao andar.

Amanda olhava-o de forma serena, notava que ele evitava encontrar o seu olhar. Era um belo rapaz, traços delicados no rosto, cabelos lisos ao estilo anos 80, os óculos e o aquele jeito meio tímido deixam um tom meio Clark Kent.

- Posso saber o seu nome? – disse Amanda pegando a sacola das mãos dele. Timidamente ele olhou-a nos olhos e respondeu – Rafael, muito prazer Amanda.

Houve um breve silêncio, os dois se entreolhavam, Rafael parecia extremamente desconfortável.

- Muito prazer Rafael – disse Amanda aproximando-se dele.

- Amanda! Algum problema ai?

- Ai que susto amor! Claro que não. Este é o Rafael nosso vizinho, ele me ajudou a subir com as sacolas.

Henrique encarava Rafael nos olhos enquanto mordiscava uma maça. Amanda despediu-se de Rafael e agradeceu-o pela ajuda, Rafael sorriu timidamente e caminhou em direção a porta do seu apartamento.

- Nossa este nosso vizinho tem uma cara de nerd... retardado – disse Henrique assim que Amanda entrou no apartamento.

- Não fala assim dele viu! Ele parece uma ótima pessoa – dizia Amanda enquanto deixava as sacolas sob a mesa da cozinha.

- Uhmmm, tá defendendo ele porque eihnnn? – Henrique aproximou-se de Amanda, segurou-a firme pelo braço e virou-a de frente pra ele pressionando-a contra mesa; de repente tirou-lhe o fôlego beijando-a com volúpia, segurando-a firme colocou a sentada na mesa e em seguida levou suas mãos por debaixo do vestido dela e tirou-lhe a calcinha com certa dosagem de violência.

Logo que abaixou seu short Henrique penetrou-a fundo, não lhe dando nenhuma opção de escolha. Amanda ao sentiu aquele membro invadindo-a com tanta voracidade quase que pode ver estrelas e assim imediatamente entrelaçou suas pernas ao corpo dele trazendo-o para si, fazendo-o estocá-la ainda mais fundo.

Henrique a sentia molhada e sua expressão também denunciava o quanto ela estava excitada. Aquilo só o fazia Henrique aumentar ainda mais a intensidade, e a ouvia gemer cada vez mais forte.


No apartamento ao lado ao ouvir os gemidos de Amanda, constrangido e com o coração apertado, Rafael deitado no sofá aumentava o som da TV, e lutava para afastar os seus fantasmas.

** Todos os nomes dos personagens, assim como de instituições utilizadas neste texto, são apenas nomes fantasias e não referenciam a nenhuma pessoa, local ou razão social.

*** O Titulo deste conto foi alterado de Uma chance para Felicidade para Um Novo Caminho

** Participe deixando seu comentário no campo abaixo!

1 comentários:

O que achou deste conto? Expresse a sua opinião comentando neste campo. O comentário pode ser feito até como Anônimo, basta selecionar a opção no campo abaixo (Comentar como:).

 

Quem sou eu...

Minha foto

Quero compartilhar através de minha escrita um devaneio de sensações, sentimentos e desejos. Sejam bem vindos e apreciem sem moderação.

Qual o seu Sexo?

Contato como o autor:

Nome

E-mail *

Mensagem *

O que achou do Visual deste Blog?