Translate


O Encontro III



(Escrito por Cris)



Aproximou-se de mim, e então, eu senti aquele perfume.  De aroma intrigante e excitante.  Olhou-me nos olhos, e sorriu. Pegou minha mão, e depositou um beijo de leve, sem tirar os olhos dos meus. Senti uma corrente elétrica percorrer meu corpo.


- Oi Cris. Finalmente.

- Oi, eu disse sorrindo.


Dante olhou meu corpo com ar de aprovação, deu a volta, e parou atrás de mim.


(Escrito por Dante)


Ela estava incrivelmente sexy usando aquela lingerie. Eu ficaria por horas somente admirando aquele corpo, mas o perfume que exalava de corpo parecia despertar meus instintos mais primitivos, me fazia desejar penetrá-la com força, vontade e muito tesão, mas sabia exatamente o que a excitava, sabia que o com equilíbrio entre a sedução e a liberação destes instintos primitivos eu poderia levá-la ao êxtase.


(Escrito por Cris)


Senti seus olhos em mim e sua respiração bem próxima. Ele afastou meu cabelo, e disse bem próximo a minha orelha:


- Vejo que a lingerie lhe caiu muito bem.

Ele passou a mão pelo meu cabelo, descendo pelo meu ombro, pegou na minha cintura, e me virou de frente para ele.


Passou a mão delicadamente pelo meu rosto, chegando à minha nuca, devagar, se aproximou, e me beijou.


(Escrito por Dante)


Sua boca, nossas línguas entrelaçadas me deixavam cada vez mais louco por aquela mulher. Minhas mãos percorriam suas costas, enquanto nos beijávamos trazia seu corpo junto do meu fazendo-a sentir minha ereção.


E aquela boca... eu não conseguia parar de beijá-la.


(Escrito por Cris)


Aquele beijo que eu tanto desejei. Um beijo quente, envolvente, eu sentia uma mão firme na minha nuca, e a outra percorrendo meu corpo, apertando minha bunda, pressionando meu corpo contra o dele, e me deixando molhada.


Eu sentia a ereção dele nas minhas coxas, deslizei minha mão pelas costas, e passei por cima daquele volume crescente sob a calça, e obtive um suspiro de satisfação.



Com uma mão, ele abriu o zíper frontal do espartilho, e começou a acariciar meu seio, enquanto beijava meu pescoço. Suspirei quando senti seu polegar no meu mamilo enriquecido.



Logo senti sua língua no outro, brincando, e colocando todo o meu seio dentro da boca. Alternou entre eles, me fazendo gemer.



Voltou a beijar minha boca, e deslizou a mão, colocando dentro da minha calcinha, sorriu ao notar o quanto eu estava molhada. Gemi baixinho, quando senti seus dedos ali.



(Escrito por Dante)


Enquanto a beijava comecei a massagear seu grelinho e naquele momento sentia suas mãos apertarem forte meu braço, seu semblante era o retrato mais perfeito do mais puro e intenso prazer. Penetrei-a com dois dedos fazendo-a soltar um forte gemido e me abraçar forte. Fiquei um tempo com meus dedos dentro dela enquanto a beijava devagar, mas de forma ousa e extremamente provocante.



Tirando meus dedos de seu sexo, segurei firme seu rosto a beijando com volúpia e levando-a aos poucos em direção a cama.



(Escrito por Cris)



Ele me deitou na cama e lentamente tirou minha calcinha, me deixando apenas de meias e sandálias. Meu corpo queimava, e pedia por ele.


----
*** Este relato esta sendo escrito a quatro mãos. Uma experiência prazerosa a qual estou tendo a honra e de dividi-la com minha doce Cris. E Cris, obrigado por entrar em meu mundo e deixá-lo incrivelmente excitante. 

*** Para conhecer o trabalho da Cris e sua amiga Anita visitem o blog Segredos de Anita & Cris, blog recheado de textos e imagens de tirar o fôlego.

** Todos os nomes dos personagens, assim como de instituições utilizadas neste texto, são apenas nomes fantasias e não referenciam a nenhuma pessoa, local ou razão social.

** Participe deixando seu comentário no campo abaixo!

0 comentários:

Postar um comentário

O que achou deste conto? Expresse a sua opinião comentando neste campo. O comentário pode ser feito até como Anônimo, basta selecionar a opção no campo abaixo (Comentar como:).

 

Quem sou eu...

Minha foto

Quero compartilhar através de minha escrita um devaneio de sensações, sentimentos e desejos. Sejam bem vindos e apreciem sem moderação.

Qual o seu Sexo?

Contato como o autor:

Nome

E-mail *

Mensagem *

O que achou do Visual deste Blog?