Translate


Relato de uma Ninfeta - O Cunhado

Olá, meu nome é Bárbara, e o que vou relatar aconteceu quando eu ainda era uma menina, uma rebelde adolescente e até hoje quando lembro fico molhadinha. Na época morava com meus pais  e não trabalhava. E apesar de não ser mais virgem, não era tão safadinha como hoje (rs...).

Tenho uma irmã mais velha, casada, eu não nunca gostei do seu marido. Suas piadinhas eram chatas e ele sempre me olhava de forma estranha.
Um dia minha irmã me ligou me chamando pra correr com ela no parque perto de sua casa. 

Então coloquei meu shortinho tênis e camiseta e fui, me recordo que era até um feriado.

Seu marido me atendeu, estava todo largado vestindo apenas um short, descalço e sem camiseta, ele era todo cabeludo, me causava até nojo. Ainda no portão disse que minha irmã estava tomando um banho e me chamou pra entrar. 

Entramos e me sentei no sofá, voltei logo minha atenção para a TV mas percebia ele não tirava os olhos de mim. Estava até sentado de lado com uma das pernas dobradas sobre o sofá.

Comecei a reparar que ele se mexia de forma estranha, olhei de relance e me assustei, o safado estava se masturbando ali do meu lado! Tentei levantar imediatamente mas num movimento rápido ele segurou meu braço e ficando do meu lado me segurava firme.

No meu ouvido ele falou “não mocinha, vai ficar aqui comigo”. Segurou minha mão e a envolveu em seu pau e me fazendo masturbá-lo. Eu já estava sem reação, não conseguia gritar, tentava me soltar mas ele me segurava e mandando ficar quietinha.

De forma brusca ele abaixou meu short junto com minha calcinha, ficando nos joelhos e começou a passar os dedos na minha bucetinha que inclusive estava lisinha, (uhmmm estou até me masturbando neste momento lembrando isto...) depois começou a socar dois dedos na nela. Eu me contorcia toda, ele puxava meu rosto e começou a forçar um beijo, credo!! Eu não queria, e fugia a todo momento. Ele não parava de socar seus dedos na minha buceta, metia de forma intensa e violenta.

E foi socando, até que não aguentei mais e esguichei meu gozo, incrível pulou longe! Entrei em transe na hora e me lembro dele me olhando e rindo sarcasticamente.

Sei que depois, levantei meu short, calcinha, ele nem me agarrou me forçando a ficar, e só ria. As pressas me levantei e fui subindo as escadas pra ir ao quarto da minha maninha.

Isto é um segredo que guardo a sete chaves, na verdade existe um segredo maior porque acabei dando pra ele um tempo depois (rs...), depois conto para vocês como foi. Obrigado! Beijos!

*** Este relato foi escrito em 18 de Novembro de 2008 e reeditado em 12 de Junho de 2014 sem deixar que perdesse sua essência.

* Todos os nomes dos personagens, assim como de instituições utilizadas neste texto, são apenas nomes fantasias e não referenciam a nenhuma pessoa, local ou razão social.

** Participe deixando seu comentário no campo abaixo!

5 comentários:

  1. caraca, me deixou sem palavras e curiosa... J..

    ResponderExcluir
  2. Affair com o cunhado... quem nunca? rsrs Eu sou a irmã mais nova,então na adolescência,,,,apesar de nunca ter sido consumado o ato,troca de olhares,algumas passadas de mãos,e vontade,nunca faltou. rsrsr

    Beijos Dante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha só, rs rs você precisa me falar mais sobre estes ocorridos. Podem servir como fonte de inspiração.

      Excluir
  3. Kkk tenho 21 anos historias assim me excitam ^^
    Mas historias sao historias....

    ResponderExcluir

O que achou deste conto? Expresse a sua opinião comentando neste campo. O comentário pode ser feito até como Anônimo, basta selecionar a opção no campo abaixo (Comentar como:).

 

Quem sou eu...

Minha foto

Quero compartilhar através de minha escrita um devaneio de sensações, sentimentos e desejos. Sejam bem vindos e apreciem sem moderação.

Qual o seu Sexo?

Contato como o autor:

Nome

E-mail *

Mensagem *

O que achou do Visual deste Blog?